10 cidades para apaixonar-se pela Itália

cidades para apaixonar-se pela Itália

Parece que foi em outra vida que passei minhas férias na Itália, mas essa semana ao escrever sobre a Settimana del Barattorevi tantas fotos e lembrei de lugares e momentos tão bacanas que precisava escrever sobre eles e incentivar quem eu puder a conhecer o país. 🙂

Apesar de ter ficado mais tempo curtindo o sul, consegui dar um giro até o norte e ver quão diferente é a cultura, comida e até a língua naquela pequena botinha. Entre as famílias do sul, a cultura mediterrânea é muito forte, a gente encontra uma Itália cheia de belezas naturais, mas bastante simples e que fecha suas portas por um tempo após a hora do almoço. Talvez pela proximidade com outros países, a língua italiana mistura-se com alguns dialetos e a compreensão para nós é quase impossível. Ao contrário do norte, onde o idioma muito parecido torna fácil a compreensão, mesmo para quem não é falante da língua local e a riqueza, o comércio e a ostentação foram bem mais aparentes.

Se você ficou perdido nessa história e não sabe por onde começar vou te guiar por 10 cidades italianas que você precisa conhecer e com certeza irá amar! Confira:

Caronia, Sicília

Caronia, fica na província de Messina, na Sicília e foi a cidade que me acolheu durante muitos dias para conhecer o dia a dia no Sul da Itália. Uma cidade pequena banhada pelo Mar Mediterrâneo, com praia de pedrinhas, grandes morros com ranchos e bonitas casas e uma paisagem deslumbrante, com parreiras dividindo espaço com oliveiras nas ruas. O tempo passa mais devagar, o verão é bastante quente e não é difícil ao almoçar com algum local, descobrir que o vinho, o molho de tomate e quase todas as frutas são produções do próprio morador.

Para chegar é possível voar até o aeroporto de Palermo, capital da Sicília e pegar o trem para a cidade. A Itália dispõe de uma ampla rede ferroviária que une quase todo o território nacional com uma oferta de trens regionais, Intercity e de alta velocidade. Cerca de 95% das linhas operantes são administradas pela Trenitalia, que garante mais de 7.000 trens por dia, entre locais, diretos (DIR), regionais (R) e intermunicipais (IR) que param em todas as estações intermediárias.

vista-da-janela-para-o-mar-mediterraneo-caronia-sicilia-itália


Cefalu, Sicília

Próximo a Caronia, tem a cidade de Cefalu, já na província de Palermo. Rodeada pelo azul do céu e do mar, Cefalu é um lugar lindo e um pouco mais estruturada, acostumada a receber turistas do mundo inteiro. Sua catedral foi recentemente tombada pela Unesco como Patrimônio da Humanidade. A cidade fica a aproximadamente 70 km de Palermo, em direção a Messina. Uma boa alternativa para chegar é de trem descendo na estação da cidade ou de carro seguindo pela rodovia (com pedágio) que tem boas condições.

Cefalu-Sicilia


Taormina, Sicília

Taormina é, sem sobra de dúvidas, uma das cidade mais bem cotadas da Sicília. Suas ruas charmosas, a paisagem incrível, os mirantes com vista para o mar e para o vulcão Etna são só alguns dos fatores que transformaram a cidadezinha siciliana em uma meta turística conhecida no mundo inteiro. Por lá é bacana conhecer o Teatro Grego, o romântico jardim público, o centro e, se for um fã de O Poderoso Chefão, não deixe de ir até a Vila de Savoca para conhecer o famosíssimo Bar Vitelli. Em Taormina, ainda estão as ilhas mais famosas e bonitas da Sicília, a Isolla Bella e as Ilhas Eólias (Lipari e Vulcano). Em Vulcano, a água é extremamente azul, mas saem borbulhas quentes do chão e o cheiro de enxofre que exala do vulcão às vezes toma conta do ambiente. A principal atração da ilha é o banho de lama sulfurosa. Fique atento que alguns costumes nossos de como ir a praia, lá não funcionam tão bem, ao invés da canga uma toalha ou esteira funciona melhor nas pedras, que ficam muuiito quentes e o chinelinho havaiana também pode ficar em casa, melhor alguma sapatilha de praia.

ilhas-eolias-lipari-e-vulcano


 Roma, capital

Subindo um pouco, vá para Roma. Essa é uma cidade muito charmosa e caótica ao mesmo tempo. Impossível não se apaixonar por esse lugar que, ao se distrair, você esbarra em um monumento romano. Dizem que uma vida não é suficiente para conhecer todos os seus segredos, mas se morar em Roma não é uma possibilidade, passar pelo menos uma semana na capital italiana seria o suficiente para conhecer tudo. Entre os atrativos estão o Coliseu, que indico fortemente a visita à noite quando fica todo iluminado, a Fontana di Trevi, para fazer seus desejos do ano e as Escadarias da Praça da Espanha.

roma-coliseu-a-noite

 


Vaticano

Apesar de ficar em Roma, o Vaticano é considerado um Estado independente, sendo a sede da igreja católica romana. Lá fica a Basílica de São Pedro, o maior e mais importante edifício religioso do catolicismo e um dos locais cristãos mais visitados do mundo. Não é difícil conseguir assistir a uma missa com o Papa na praça. No interior da Basílica de São Pedro estão algumas obras de arte fundamentais da Itália, de um período que viu o ápice da criativade de mestres como Bernini e Michelangelo. Lá, ainda encontra-se a Capela Sistina, que atrai 5 milhões de visitantes por ano para ver, sem dúvida, o mural com A Criação de Adão.

capela-sistina-criacao-de-adao.


Florença, Toscana

Hora de conhecer o berço do Renascimento. Florença é tão especial que existe até mesmo uma síndrome, que foi criada para ela, chamada Síndrome de Stendhal, na qual a pessoa sente vertigens devido ao excesso de beleza, que está para todos os lados. Não há como não amar Florença ou Firenze (no italiano original), a capital e maior cidade da região da Toscana. Lá, é legal conhecer a Catedral de Florença, o Palácio Velho, a Galleria Degli Uffizi, Palazzo Pitti, Palazzo Strozzi, a Ponte Vecchio (Ponte Velha), Basílica de Santa Maria Novella, o Centro Histórico de Florença, o Mercado Municipal e a Piazza della Signoria.

ponte-vecchio-ponte-velha-florenca


Pisa, Toscana

Quem vai para Toscana, também não pode deixar de visitar a cidade de Pisa, muito conhecida pela famosa Torre e por Galileu Galilei que nasceu na cidade. É muito fácil chegar até ela, uma vez que está bem próxima de Florença e tem uma estação de trem central que disponibiliza conexões para muitas outras cidades. O melhor de lá é que tudo aquilo que você precisa visitar está praticamente concentrado no mesmo lugar, na Piazza dei Miracoli e é possível ver em um único dia. Visite o Centro Histórico de Pisa, a Torre, a Praça dos Milagres e a Praça do Duomo.

torre-de-pisa


Siena, Toscana

A cidade é pequena e lindíssima, sendo Patrimônio Mundial da Unesco e com verdadeiras jóias arquitetônicas no centro histórico. Se você preferir hospedar-se em Florença, pode pegar o trem pela manhã cedo. É possível comprar os tickets direto na estação ou se preferir no site da Trenitalia. Só escolher a opção “Tutti i Treni”, Andata, Firenze S. M Novella- Siena. O bilhete sai por 8,70 euros e a viagem pode durar de 1h30 a 1h45. O Duomo (Catedral) de Siena é uma das igrejas mais lindas de toda Itália. A praça do Campo (Piazza del Campo) é a principal da cidade e é onde são realizados os famosos Palios de Siena, tradicional corrida de cavalos realizada duas vezes no ano. Ela tem um formato bem diferente, com o centro baixo e as bordas mais elevadas e sempre com muita gente deitada ou descansando por lá. Dois pontos importantes nesta praça são a Torre del Mangia e o Palazzo Pubblico. No topo da Piazza há uma réplica da “fonte Gaia” uma das mais belas fontes de Siena, esculpida por Jacopo della Quercia entre o 1409 e 1419.

a-praça-do-campo-piazza-del-campo


San Gimignano, Siena

Para ir de Siena a San Gimignano é preciso apenas pegar o ônibus 130, em direção a S.Gimignano Strada (Arrivo). E descer em San Gimignano Piazzale Montemaggio, que é justamente na porta da cidade. San Gimignano é uma comuna da província de Siena. O seu Centro Histórico cercado por muralhas é bem pequeno e a cidade tem um rico patrimônio arquitetônico, que lhe rendeu o título de Patrimônio Mundial da Unesco. Por ficar no alto, San Gimignano tem incríveis panorâmicas da paisagem da Toscana. É uma delícia de cidade com ótimos lugares para comer e tomar vinho 🙂 Visite a Piazza della Cisterna. É a praça mais bonita da San Gimignano. No meio há um poço, que dá nome a praça. A praça tem um piso de tijolos vermelhos com formas triangulares que leva a Via del Castelo. Estão no entorno da praça Pallazzo Tortoli, a Torre da Corte, o Hotel Cisterna,  o Palazzo Ridolfi , Palazzo Pellari, o Palazzo Ardinghelli e o Palazzo Lupi com sua Torre del Diavolo, a maior parte deles foram residências de tradicionais famílias italianas. Também fica na Piazza della Cisterna, a melhor gelateria do mundo, a Gelateria di Piazza ou Dondoli. A sorveteria é mencionado nos guias mundiais mais importantes e é bastante disputada!

piazza-della-cisterna-san-gimignano


Veneza, Veneto

A romântica Veneza é um mundo a parte e não poderia ficar fora da lista. Não existe cidade igual, com seus milhares de canais que impossibilitam seguir suas ruas em linha reta. Você consegue até mesmo passear sem mapa, seguindo as placas feitas pelos cidadãos. Veneza é a capital da região de Veneto, no nordeste da Itália, o Carnaval é famoso pela beleza e riqueza das fantasias e máscaras que os foliões exibem, escondendo a sua real identidade.

carnaval-veneza


Agora comente e conte suas cidades favoritas também 🙂

2 Comment

  1. […] te animar ainda mais preparei uma lista, com 10 cidades para apaixonar-se pela Itália, confira e vá se programando para o ano que […]

  2. AMEI!!!!!
    Quero conhecer todas!!!!!
    Beijos Nat e parabéns pelo blog!!!!

Deixe uma resposta